Campanhas digitais são fácies e baratas de se fazer, mas alguns cuidados devem ser tomados para que não se perca verba e tempo com erros primários

Já há algum tempo muitas empresas estão dando preferências para anúncios em mídias digitais do que as convencionais. Além de ser mais barato e mais eficiente, os resultados são mais rápidos. Talvez pela facilidade de se fazer esse tipo de mídia, muitos erros são cometidos. No intuito de orientar nossos clientes a não tomarem decisões que vão prejudicar o andamento de suas campanhas on-line, montamos uma lista do que deve ser feito para sua campanha digital ser eficiente.

Vivemos na era do conteúdo. Existem empresas que se dedicam única e exclusivamente na produção de textos, vídeos e imagens para internet. Se você não mantém seu cliente informado, com novidades do mercado e de novos produtos, você está cometendo um erro capital. Faça uma pesquisa rápida e veja quantas empresas mantém um blog atualizado. Além de você manter seu cliente ciente de tudo que está acontecendo, o blog ajuda na indexação do Google.

Grandes empresas estão sempre renovamento a assinatura. Isso é praxe. Demonstra fluidez, que não está parada no tempo. Recentemente o Instagram renovou sua logo. Algumas pessoas gostaram, outras nem tanto. Mas o certo é que o aplicativo se tornou o assunto do momento. Gerou uma mídia espontânea inacreditável. Só justifica não trocar a logo de sua empresa tiver uma logo estabelecida no mercado, como a Coca-Cola ou a Volkswagen. Fora isso, renove-se sempre.

Se você fez uma fanpage no Facebook, abriu uma conta no Instagram, Twitter e Linekdin, mantenhas essas contas minimamente atualizadas. Deixá-las abandonadas fala muito de sua empresa. Diz, por exemplo, que está fora do contexto, que não está se atualizando com o que há de novo no mercado. Esse é um problema grave, pois muitas empresas acham que basta ter uma conta nessas redes sociais que as coisas estão bem. Mas não é bem assim. Já aconteceu de pessoas procurarem empresas por redes sociais e desistirem após verem as datas das últimas postagens.

Lembre-se que você está tratando com pessoas e não apenas consumidores. E as pessoas entram na internet, na maioria das vezes, com a intenção de se relacionar e ver coisas interessantes. Então, tenha campanhas que agradem às pessoas, com leveza e transparência. Seja engraçado quando tiver que ser engraçado, fale sério quando o momento for propício. Mas, acima de tudo, não seja inflexível sem suas campanhas.

Nunca deixe um cliente sem resposta. Mesmo os comentários mais ácidos e reclamações sem fundamento, responda sempre. Redes sociais foram feitas para interação, e interação quer dizer, primordialmente, que são duas pessoas se comunicando. Então não deixe seu cliente falando sozinho. Se for preciso, tenha um chat on-line, caso não tenha, ligue para o cliente e passe as orientações corretas. O essencial é não deixar seu cliente falando sozinho, pois corre o risco dele procurar uma empresa que se comunique.

Se você é atuante, mantém todas as mídias atualizadas e está sempre disponível para seus clientes, você vai identificar todas as oportunidades de vendas. Muitas vezes, através de reclamações ou sugestões feitas por clientes, você pode gerar demandas que sejam rentáveis. Ou pode antecipar erros que acontecem no processo, ou mesmo identificar falhas que somente os consumidores enxergam e corrigi-las à tempo do estrago ser maior.

Erros ocorrem. Fazem parte do processo de maturação de seu negócio. Falhas em campanhas on-line servem para melhorar o desempenho da próxima. Se você fez algo que não deu certo nessa, utilize os dados que obteve para que na próxima não aconteça. O que não pode acontecer é você não fazer mais campanhas. Seu negócio morre se não houver divulgação.

Não tem outra solução: você vai ter que gastar para fazer seus anúncios. Esteja preparado para isso. Reserve um valor para usar em mídias sociais e no Google. Uma sugestão que todos especialistas dão é de não investir em mídias que não tem identificação com o seu negócio. Gaste sua verba para publicidade aonde você tiver maior demanda, seja no Facebook, no Google Adwords ou no Instagram. É melhor você se concentrar aonde tem mais resultados do que ficar gastando sua verba aleatoriamente.

Muitas pessoas acham que basta fazer as campanhas e deixar as coisas acontecerem. Mas a verdade é que tem que ter acompanhamento. Caso não esteja tendo o engajamento previsto, ainda há tempo de tomar medidas que coloquem a campanha nos trilhos novamente. Para isso, existem ferramentas dentro das mídias sociais que e o Google Analytics, que é uma dos melhores medidores de audiência.

Ter estratégias diferentes é essencial para atrair público para sua marca. Não caia na mesmice, seja criativo e inove em suas estratégias. Utilize os dados das campanhas anteriores para você mensurar o que tem que fazer nas próximas. Não repita erros e evolua com os acertos que você teve. É essencial mostrar evolução e criatividade nas campanhas de marketing.

Não se esqueça que as pessoas utilizam o Facebook para se divertir. Ficar recebendo propagandas tentando empurrar as coisas à força o tempo todo não é legal. Existe uma regra muito prática, que já falei aqui anteriormente, chamada 8 por 2. Sempre faça posts não relacionados com propaganda, que mostre pessoas, situações cotidianas e frases inspiradoras. As pessoas gostam disso. A regra é, para cada 8 posts mais descontraídos, 2 de propagandas falando de seus produtos e de sua loja virtual.

Utilize sempre o português formal, mesmo em posts que sejam mais descontraídos. Procure ser claro e objetivo. Passar informações sem nexo além de confundir o cliente, pode gerar insatisfação. Já houve casos de anúncios tão confusos que o cliente achou uma coisa de determinado produto, mas na realidade era outra completamente diferente. Tomar cuidado com o que escreve e como escreve é importantíssimo.

É importante manter um canal de conversação aberto com o seu cliente. Ofereça formas de entrar em contato com sua empresa, fora das redes sociais de preferência. Telefone, chat on-line, WhastApp, e-mail ou outros meios em a respostas seja mais rápida. E sempre responda seu cliente, isso é o mais importante.

Estruture a campanha de marketing com início, meio e fim e siga o planejado. Não faça nada aleatoriamente, seja organizado e planeje suas ações na rede. Como você vai alcançar seus objetivos se você não sabe quais são? Um bom plano de marketing mostra a direção e deixa claro os objetivos.

Tenha um site responsivo. Compras realizadas através de Smartphones cresceu 107% no último ano. Assim, se você ainda não tem uma loja virtual que se adapte aos dispositivos móveis, é melhor repensar essa ideia. A tendência é que as pessoas passem a utilizar mais aparelhos celulares e tablets para compras, do que os desktops e notebooks. E para você que pensa que isso é algo simples, saiba que somente 16,12% dos e-commerces estão preparados para vendas via mobile.