(11) 4200-0069

contato@lojavirtual.com.br

Top

Tendências de SMM para 2021: Como Promover Marcas nas Redes Sociais

LojaVirtual.com.br / Marketing digital  / Tendências de SMM para 2021: Como Promover Marcas nas Redes Sociais

Tendências de SMM para 2021: Como Promover Marcas nas Redes Sociais

Tempo de Leitura: 5 minutos.

2020 foi um ano desafiador. Os profissionais de marketing de mídia social tiveram que se ajustar às tendências em constante mudanças. O principal catalisador foi a pandemia que aumentou drasticamente a relevância da presença online das marcas, criou uma tendência em relação ao conteúdo gerado pelo usuário e tornou o público resistente a falsidades. De acordo com estas tendências podemos presumir quais são as condições para promover um negócio nas redes sociais em 2021.

Por que isso é importante?

A audiência das redes sociais não para de crescer. Esse crescimento aumentou muito em 2020 e é quase 100% provável que o mesmo aconteça esse ano. Em 2020, a audiência cresceu 12,3%. Mais de 50% de todas as pessoas do mundo usa as redes sociais atualmente: são 4,14 bilhões de usuários cadastrados nas diferentes mídias. São cerca de 14 cadastros a cada segundo.

Portanto, se tratando dessas métricas colossais, as marcas não podem ignorar o poder das redes sociais virtuais. Agora em 2021, é mais preferível você deixar o projeto do desenvolvimento do seu site engavetado do que deixar de marcar presença nas plataformas online das redes sociais. Essas plataformas oferecem uma vantagem inestimável: contato direto com o público, a formação de uma comunidade ativa e o crescimento da confiança e da interação.

Porém, tudo isso somente será possível com uma estratégia eficiente de promoção nas mídias sociais. Conteúdo de alta qualidade e aderência às tendências atuais são muito importantes. Vamos falar sobre tudo isso.

“Zeta” e “Alpha” definem as tendências

As tendências nas mídias sociais são moldadas por duas gerações modernas: z (nascidos entre 2000 a 2009) e α (nascido a partir de 2010). Estas gerações são fundamentalmente diferentes da geração Y (Millennials) que atualmente é o principal público de compras online.

Zeta e Alpha logo se tornarão solventes e é por isso que as marcas precisam conquistar a lealdade desse público-alvo com antecedência. Para isso, uma das maneiras é conversar com os jovens sobre assuntos que lhes interessem. Os temas mais discutidos nas redes sociais em 2020 são igualdade, política, educação, finanças, alimentação, equilíbrio psicológico e o impacto da pandemia na sociedade.

É importante entender que essa não é uma tendência de curto prazo. As gerações Zeta e Alpha estão influenciando as tendências nas redes sociais de forma significativa e essa influência continuará a crescer. E um lembrete: não considere estes jovens bobos. Uma ação única em apoio a um grupo social vulnerável não parecerá convincente. Se você está almejando novas gerações, prepare-se para um trabalho contínuo e sistemático. Caso contrário, você receberá toneladas de negatividade em resposta e milhares de fãs deixarão de seguir você.

Trabalhe sistematicamente, articule posições claras sobre as questões de interesse de seu público e você construirá um público leal unido por valores compartilhados. A confiança logo se transformará em vendas.

Consciência social

Esta tendência é uma continuação da anterior. Uma das posições dos representantes das novas gerações é a conscientização. Ela se manifesta em relação à saúde (inclusive saúde mental), ao mundo e à sociedade. Se uma marca deseja trabalhar com sucesso com esse público em 2021, ela precisa prestar mais atenção às questões de autodesenvolvimento, tolerância e inclusão.

Conteúdo verdadeiro, nada de fake

A quantidade de informações falsas em 2020 foi avassaladora. O assunto principal, é claro, foi o Covid-19. No entanto, mesmo sem ele, houve tanto conteúdo falso que até Donald Trump repostou mensagens de origem duvidosa em suas páginas várias vezes.

O público está cansado de fake news. Portanto, você sempre deve verificar cuidadosamente qual é a fonte da informação publicada e recusar qualquer tipo de conteúdo malicioso mesmo que esteja na moda no momento. A sua reputação é mais importante.

Naturalidade

Não deixe de lado apenas as informações falsas, mas também toda a pompa vistosa que não oferece valor nenhum para as pessoas. Por vários anos foi possível que marcas e pessoas se mostrassem de uma forma nada autêntica. Todas essas coisas, como demonstração de sucesso, poses inventadas e emoções simuladas, são coisas que estão no passado. Assim como na vida real, a sinceridade vem em primeiro lugar no conteúdo visual e textual das redes sociais.

Mas veja bem, isso não significa que a qualidade do conteúdo deva diminuir. O público está acostumado a um bom conteúdo e essa tendência vai continuar. Portanto, você precisa combinar abertura e naturalidade com um trabalho profissional nas suas publicações.

A propósito, em 2021, a popularidade das contas “monocromáticas” provavelmente será reduzida. Estamos falando sobre a abordagem de “uma conta, um esquema de cores” que já foi tendência tempos atrás. Agora, você deve diversificar seu feed e se permitir experimentar.

Para criar uma identidade visual para a sua marca nas redes sociais, você pode usar serviços específicos para isso disponíveis online. Por exemplo, o gerador online Logaster, torna possível criar rapidamente elementos básicos de identidade para a marca que podem ser aplicados em uma conta comercial nas redes sociais.

Estimular a criação de conteúdo gerado pelos usuários

O isolamento global fez com que os usuários criassem UGCs (conteúdo gerado por usuário) novos e exclusivos. Esse ano, os lockdowns continuaram ocorrebdo em muitos países. Portanto, quem está se dando bem são as marcas que oferecem novas ferramentas e modelos para trabalhar com conteúdo em um novo ambiente.

O TikTok, que inicialmente ganhou popularidade graças às suas ferramentas de serviço de dublagem, é um bom exemplo. Com ele, os usuários podem criar conteúdo em qualquer lugar com apenas um smartphone e um aplicativo.

Tendência nostálgica

Devido aos eventos de 2020, as pessoas em todo o mundo ficaram carentes em relação a emoções positivas. A ansiedade geral, alimentada pelas notícias e postagens negativas nas redes sociais, reforça este plano de fundo negativo. Naturalmente, as pessoas querem ver pelo menos algo bom.

As memórias ajudam. Alguns agradáveis flashbacks do passado (mesmo que não sejam tão distantes assim) garantem emoções positivas. Isso funciona não apenas com informações, mas também com conteúdo de marketing. É sempre agradável para as pessoas relembrar momentos alegres. O marketing nostálgico é uma das tendências desse 2021.

Conteúdo adaptado ao coronavírus

Mesmo se assumirmos que esse ano a maioria das pessoas será vacinada e a onda ativa da incidência comece a diminuir, a tendência sobre assuntos relativos à pandemia continuará. Portanto, o conteúdo da marca deve continuar a se concentrar em aproximar, ajudar, apoiar e motivar as pessoas sempre cuidando da saúde. Além disso, ainda precisamos promover o distanciamento social, optar por fazer compras online ou por telefone, evitar o contato físico, trabalhar remotamente sempre que possível, etc.

Gamificação de conteúdo

A pandemia aumentou a popularidade dos videogames entre os usuários. Os jogos tornaram-se uma alternativa à interação ao vivo e física que se tornou proibida. Isso foi especialmente verdadeiro para jogos online em que os usuários formam comunidades locais, unidas por interesses comuns e outras características.

Vale a pena reagir a essa tendência e focar na criação de conteúdo gamificado em 2021. Entretenimento, interatividade, interação online envolvente – tudo isso deve se tornar a força motriz na comunicação de marcas e públicos.

Memes como ferramenta de comunicação

Use emoticons e GIFs apenas ao focar em um público mais velho. Os representantes da geração Y e da geração “Z”  estão mais acostumados com os memes. Eles não são apenas meios de entreter o público. Você pode tentar selecionar memes para reduzir o nível de negatividade ou para mostrar a reação a questões sociais complexas e outros tópicos relevantes.

Os microblogs são melhores que os mega blogueiros

Blogueiros com mais de um milhão de audiência têm um melhor alcance, mas os microinfluenciadores têm níveis de envolvimento muito mais altos. Existem vários motivos para isso:

  • Os melhores blogueiros têm públicos diversos. Existem representantes de diferentes grupos sociais e é mais difícil personalizar a publicidade para eles;
  • O público está cansado de publicidade e percebe esses blogueiros como showmakers: é interessante assisti-los, mas ao mesmo tempo há pouca confiança neles.

Ao mesmo tempo, um blogueiro de nicho que não busca curtidas tem muito mais credibilidade. Além disso, seus seguidores estão unidos por diversos fatores (interesse geral, gênero, idade, etc.), o que permite ajustar seus anúncios e obter mais respostas. 

E uma coisa muito importante: a interação com microinfluenciadores é muito mais barata

Conclusão

Muitas previsões não são novidades para os profissionais de marketing de mídia social. Na verdade, em 2021 estamos vivendo uma continuação das tendências definidas em 2020. As empresas devem escolher as tendências mais adequadas à elas e ao seu público para obter resultados de sucesso em uma perspectiva de longo prazo.

Crie sua loja virtual agora mesmo

Crie sua loja, experimente os recursos e comece a vender!

Experimente Grátis

Gerente de Marketing na LojaVirtual.com.br. Especialista em produção de conteúdo, inbound marketing e sempre antenado com as tendências do marketing digital.

No Comments

Post a Comment