(11) 4200-0069

contato@lojavirtual.com.br

Top

Saiba por que o design para e-commerce é tão importante

LojaVirtual.com.br / Criar Loja Virtual  / Saiba por que o design para e-commerce é tão importante

Saiba por que o design para e-commerce é tão importante

Tempo de Leitura: 4 minutos.

Uma loja física dispõe de elementos como arquitetura, vendedores e toda a experiência sensorial envolvida. Como uma loja virtual pode oferecer uma experiência encantadora para seu cliente? A resposta para essa pergunta está no design para e-commerce.

Um estudo de caso recente mostra um varejista que aumentou sua receita em 76% fazendo apenas uma alteração no filtro de produtos.

muitas maneiras pelas quais a experiência aprimorada do usuário pode aumentar suas conversões. No artigo de hoje vamos mostrar os pontos de vista da experiência do usuário mais relevantes para o comércio eletrônico.

Continue a leitura e acompanhe 6 estratégias de design para garantir que seu e-commerce potencialize suas vendas!

1. Antecipe a busca do usuário

A maioria dos seus potenciais clientes pode ser dividida em dois grandes grupos:

  • aqueles que sabem o que querem comprar;
  • aqueles que querem olhar ao redor e procurar.

Você pode atender ambos os grupos criando recursos de pesquisa efetivos e otimizando a navegação.

Caso o seu site trabalhe com uma quantidade limitada de produtos, a funcionalidade de pesquisa é muitas vezes supérflua. No entanto, se você tem uma grande quantidade de produtos, é muito importante ter uma função de pesquisa diretamente no topo da sua página de destino, que seja visível e fácil de usar.

O usuário médio da internet tem uma capacidade de atenção baixa e não quer gastar muito tempo em etapas múltiplas. Especialmente se eles sabem exatamente o que estão procurando. Se o seu cliente quiser comprar um produto específico, torne esse processo rápido e eficaz.

O segundo tipo de clientes potenciais são aqueles que só têm uma ideia vaga do que estão procurando. Ou que querem navegar por sua gama de produtos sem preocupação com tempo.

O que eles precisam é de um sistema de navegação que lhes dê uma sensação de que seu site é repleto de ofertas imperdíveis. E mais, que garanta uma navegação entre categorias de produtos rápida, fácil e intuitiva.

Outro ponto importante é a indexação. Os nomes e descrições dos produtos devem ser pensados e agrupados de forma centrada no usuário. E claro, nunca esquecendo os fatores que influenciam na busca orgânica.

2. Crie um design para e-commerce com personalidade

Sites pasteurizados são esquecidos e não criam lembranças nem experiências únicas. O design para e-commerce é uma parte importante da identidade da sua marca e para transmitir os atributos e valores específicos de seus produtos.

Pense em seu site como uma pessoa, agora escolha uma palavra (ou algumas) para descrever como você deseja ser notado pelo seu público. Uma palavra como “chique” pode servir para uma marca de moda, “caseira” para um restaurante familiar e “confiável” para serviços financeiros, por exemplo.

Depois de ter decidido sobre a personalidade do seu site, você pode tomar decisões de design para o e-commerce, como esquema de cores, escolha do layout e tipo de fotografia a ser usada.

Vale ressaltar que “dar personalidade” não significa que você tenha que tornar o site ousado ou chamativo apenas por conta disso. Sua personalidade, como na vida real, funciona melhor quando é real e condizente com o que você é.

3. Aplique princípios de proximidade no design para e-commerce

O cérebro humano está constantemente ordenando e organizando itens que observamos tentando dar sentido a eles.

Uma maneira que ligamos um objeto a outro é através da proximidade entre eles. Em um e-commerce, você pode aumentar suas conversões e ticket médio agrupando produtos complementares (sapatos para acompanhar o vestido que seu cliente está procurando, por exemplo), ou simplesmente recomendados (com base no que outros usuários estão comprando).

4. Invista em imagens de qualidade

Mais do que nunca, a web é um meio visual e a tendência dominante no design para e-commerce nos últimos anos tem sido o uso de imagens bem produzidas e de alta qualidade.

No mundo físico, o usuário geralmente pode olhar diretamente e tocar o produto que ele considera comprar. Já no meio online, um dos indicadores mais confiáveis ​​para que o cliente avalie a compra é uma boa imagem rica em detalhes.

Você não quer que seu produto seja representado por uma fotografia ruim, não é mesmo? Então capriche no visual!

5. Otimize o processo de compra

Quando falamos de processo de compra, o básico a saber é que ele precisa ser seguro, simples, direto e sem distrações. Esse é o caminho a ser percorrido para uma alta conversão.

Como regra geral, não deve haver mais do que duas páginas (diretas e minimamente pensadas no design para e-commerce), e o usuário deve clicar no botão “Adicionar ao carrinho” ou “Comprar”, por exemplo, visualizar seu carrinho de compras e quando clicar na opção “Finalizar compra” deve ser direcionado para a página de pagamento, sem mais delongas.

Você também deve evitar pedir aos seus clientes para se registrarem logo no site, antes de uma possível compra. A obtenção das informações de contato não deve tornar o risco de afastá-los.

Um exemplo de checkout otimizado é oferecido pela Loja Virtual, que conta com segurança e grande variedade de opções para o cliente.

Outra dica fundamental é manter o ícone do carrinho de compras visível em todos os momentos. É um lembrete visual sutil para seus clientes perceberem que podem finalizar a compra a qualquer momento.

6. Tenha um site pensado também no mobile

Por último, mas não menos importante, lembre-se de que seu site está sendo visto cada vez mais em tablets e dispositivos móveis, e não necessariamente em um computador desktop. É por isso que uma estratégia de mobile first, que pensa na experiência do usuário nesse meio, geralmente pode gerar conversões. O Google oferece uma ferramenta útil para verificar se o seu site é adaptado ou não.

Um estudo recente da Adobe descobriu que, nos EUA, quase 38% dos sites da amostra foram visitados em smartphones, enquanto o número era ainda maior — 52% — no Reino Unido. O estudo recomendou melhorar e racionalizar a experiência móvel para aumentar a conversão e a navegação do site.

As estratégias citadas aqui no post são focadas estritamente em uma perspectiva de design para e-commerce, mas para um site ser bem sucedido seus esforços de design e vendas devem estar sempre alinhados.

Para continuar a ter mais sucesso em seu site, baixe agora mesmo o Ebook “Como criar o seu e-commerce” e obtenha nosso passo a passo para vender seus produtos online!

Share

Sócio e cofundador da LojaVirtual.com.br. Com mais de 10 anos no mercado de e-commerce, tem o seu foco em acompanhar as mudanças do mercado e seguir as tendências tecnológicas.

No Comments

Post a Comment