(11) 4200-0069

contato@lojavirtual.com.br

Top

Entenda os motivos para investir em SEO em sua loja virtual

LojaVirtual.com.br / Marketing digital  / Entenda os motivos para investir em SEO em sua loja virtual

Entenda os motivos para investir em SEO em sua loja virtual

Tempo de Leitura: 0 minuto.

O “SEO” já é uma técnica bastante conhecida no Marketing Digital. De maneira geral, o Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca, consiste em uma série de estratégias para otimização de sites, blogs e páginas na web.

Todo o planejamento tem o intuito de alcançar bons rankings orgânicos e, assim, gerar tráfego e autoridade para um site ou blog.

Ao aplicar o SEO, é possível ter destaque nos mecanismos de busca e, assim, o seu site, quando bem posicionado, pode aparecer entre os primeiros resultados do Google.

Essa estratégia é fundamental para empresas que querem ter destaque e visibilidade online, visto que grande parte dos usuários realiza pesquisa nos buscadores.

Além disso, 90% das pessoas que utilizam o Google, clicam apenas nos resultados que aparecem na primeira página.

O SEO pode estar atrelado a outras estratégias, como o Inbound Marketing e o Marketing de Conteúdo. Isso ocorre porque a técnica utiliza uma série de palavras-chave em uma determinada quantidade de vezes ao longo de um texto, vídeo ou imagem.

Portanto, para produzir um SEO de qualidade, é preciso alinhá-lo com a criação de conteúdo relevante, para que os usuários tenham interesse na informação e pesquisem por ela.

Ou seja, ao divulgar peças para empilhadeira, não basta fazer uma oferta com preços e com a imagem do produto, como normalmente é o Outbound Marketing (publicidade tradicional).

É preciso criar algo relevante, como por exemplo, informações sobre manutenção de empilhadeiras, periodicidade da reposição de peças, dicas para a preservação da máquina, etc.

Enfim, dados atrativos para o usuário, que busca obter vasto conhecimento por meio da internet.

Mas, por que preciso investir em SEO?

De acordo com pesquisas realizadas, só o Google movimenta mais de 100 bilhões de pesquisas por mês. Isso significa que, em um ano, a plataforma concentra mais de 2 trilhões de buscas em todo o mundo.

As pesquisas são de todos os tipos: desde assuntos acadêmicos, notícias, informações cotidianas, até a busca por um produto específico, como um balcão refrigerado para pizzaria, móveis decorativos, etc.

Muito disso deve-se à facilidade, pois o Google irá mostrar uma série de sites que estão relacionados com a pesquisa feita.

A partir daí, é possível ter uma ideia da importância de estar bem ranqueado no buscador.

Por essa razão, o investimento em técnicas SEO tem crescido nos e-commerces e lojas virtuais brasileiras, com o objetivo de alcançar mais visualizações e, consequentemente, aumentar a taxa de conversão de leads (potenciais clientes).

Segundo dados de pesquisas, os e-commerces brasileiros que investiram em SEO conseguiram conquistar 13,2 vezes mais visitantes e 5,7 vezes mais clientes, em comparação com as demais lojas virtuais.

Quando a técnica está associada à produção de conteúdo relevante, a taxa de conversão é ainda maior, também com base em pesquisas.

Além disso, o SEO tem um ótimo ROI (Retorno sobre Investimento) em relação a outras formas de divulgação, como os anúncios pagos.

Isso, porque é possível falar sobre diferentes temas, como aluguel de cadeira de rodas, produtos de uso pessoal, utensílios domésticos, entre outras temáticas, por inúmeros formatos, gastando pouco ou nada.

Entre outros pontos positivos do SEO, destacam-se:

Fortalecimento da marca

Os sites que aparecem na primeira página do Google são considerados mais confiáveis pelos usuários.

Por esse motivo, os e-commerces precisam utilizar o SEO de maneira efetiva, respeitando todas as regras para melhorar o posicionamento.

Por exemplo, ao falar sobre empilhadeira a diesel, verifique quais são as palavras-chave relacionadas e escreva-as corretamente.

Atração de leads qualificados

Os leads qualificados são aqueles clientes que já sabem que precisam do seu produto e/ou serviço, mas precisam ser influenciados para fechar o negócio.

Ou seja, eles estão pesquisando entre as melhores opções, por isso, os e-commerces devem atraí-los com conteúdo completo e importante.

Por exemplo, quem procura por uma cinta pos operatorio, provavelmente realizou uma intervenção cirúrgica e precisa do produto o quanto antes.

No entanto, o usuário pesquisa os melhores preços e, principalmente, a qualidade. É nesse atributo que a loja online deve focar, mostrando as particularidades do produto, por meio de dados atrativos.

Facilidade de análise dos resultados

Fora a aplicação da estratégia, também é preciso mensurar os resultados do SEO.

Com esses dados, é possível verificar se a técnica está realmente sendo efetiva, ou se é necessário modificar algum procedimento para melhorar os resultados.

Como aplicar o SEO na sua loja virtual

O SEO envolve um conjunto de técnicas, entre elas estão:

  • O título do conteúdo;
  • O uso de uma URL amigável;
  • Uma meta-description (descrição) bem formulada;
  • A quantidade de palavras-chave no texto;
  • O emprego de palavras-chave nos subtítulos (H1, H2, H3);
  • A programação de um site responsivo;
  • A velocidade de carregamento da página.

Quer dizer que o SEO utiliza não só o marketing de conteúdo, mas também uma série de habilidades de programação, para que o seu site possa ser aberto não só em computadores, mas também em dispositivos móveis – e tenha um fácil carregamento.

Esses fatores influenciam na navegabilidade do usuário, proporcionando uma melhor experiência e, consequentemente, aumentando o tráfego orgânico.

No entanto, a primeira recomendação para quem deseja investir no SEO é desenvolver um site totalmente voltado ao usuário, e não para as ferramentas de busca.

Isto é, não tente enganar o algoritmo do Google aplicando com exagero todas as técnicas de SEO, mas sim, volte ações para a experiência do usuário. Assim, se os usuários gostarem do seu site, o Google também irá gostar!

Um exemplo é desenvolver um conteúdo sobre arame galvanizado, com hiperlinks (dentro do seu próprio site) e carregamento rápido da página.

Provavelmente, os usuários irão preferir o seu e-commerce, ao invés de uma plataforma lenta, com muitas palavras-chave repetidas e com um conteúdo pouco atrativo, pois o texto é cansativo e sem informações relevantes.

Estrutura do site

Outra dica é desenvolver a sua loja virtual e o seu site com uma hierarquia clara para o usuário.

Os links, sessões e repartições dentro da página devem ser bem definidos, dando destaque para as partes mais importantes.

Por isso, é necessário definir bem o título e os headers, que são os principais pontos de atração do olhar dos visitantes.

Ao inserir os hiperlinks, é preciso cuidado com o redirecionamento. Sempre use links para páginas dentro do seu próprio site.

Por exemplo, ao falar de espuma para colchonete, é possível inserir um hiperlink para produtos como travesseiros, ou até mesmo para a chamada “cesta de compras”, onde o usuário possa finalizar a negociação rapidamente.

Vale ressaltar que os hiperlinks devem trazer excelentes conteúdos para que as pessoas permaneçam um tempo maior dentro do site e, assim, tenham uma proximidade maior com o seu negócio. Além do mais, quanto mais acessos em páginas, maior é o tráfego orgânico.

Produção de conteúdos

Outra estratégia eficiente é mesclar conteúdos com o SEO. Ao invés de produzir somente textos com as palavras-chave, procure diversificar com um vídeo, um e-book, e-mail marketing, entre outras ferramentas do Inbound Marketing.

Isso torna o seu conteúdo mais atrativo aos usuários, especialmente, para temáticas mais complexas.

Você também pode produzir conteúdos integrados. Por exemplo, ao falar sobre tela moeda, que é um material muito usado nas indústrias, é possível produzir um texto para o blog e um vídeo, com instruções sobre a instalação da estrutura.

Também vale a pena veicular esses conteúdos em outras plataformas, não só nos sites e/ou blogs, mas nas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, etc).

Importante notar os conteúdos duplicados. Sempre que for desenvolver um texto, vídeo ou qualquer outro formato para o seu e-commerce, dê preferência para materiais originais, sem plágio, cópia ou citações de outros sites.

Isso, porque o algoritmo dos mecanismos de buscas não irão diferenciar esses conteúdos e, consequentemente, o seu e-commerce irá competir com o website no qual a informação foi copiada.

Tendências do SEO

Além disso, é fundamental acompanhar as tendências do SEO ao longo dos anos. Se anteriormente os usuários e o Google estavam satisfeitos com textos menores, como de 350 a 500 palavras, aos poucos essa preferência está mudando.

Os visitantes procuram por algo mais denso, que possa aprofundar conhecimentos sobre um determinado assunto e, portanto, a cada dia que passa, as informações são mais detalhadas e os textos, maiores.

Outra tendência tem sido o “Voice Search”, isto é, a procura por comando de voz. Dados mostram que 20% das pesquisas no Google são feitas por voz, via mobile.

Sendo assim, as técnicas de SEO devem ser orientadas nesse sentido, permitindo o melhor ranqueamento das páginas em buscas digitalizadas ou por comando de voz.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Crie sua loja virtual agora mesmo

Crie sua loja, experimente os recursos e comece a vender!

Experimente Grátis

Gerente de Marketing na LojaVirtual.com.br. Especialista em produção de conteúdo, inbound marketing e sempre antenado com as tendências do marketing digital.

No Comments

Post a Comment