(11) 4200-0069

contato@lojavirtual.com.br

Top

Como abrir o próprio negócio online com baixo custo

LojaVirtual.com.br / Iniciando um e-commerce  / Como abrir o próprio negócio online com baixo custo

Como abrir o próprio negócio online com baixo custo

Tempo de Leitura: 5 minutos.

Em um momento de tantos desafios e muita instabilidade econômica como estamos vivendo atualmente, muitas pessoas começaram a buscar por fontes alternativas de renda.

A pandemia de Covid-19 está impondo uma série de restrições por todo o país, e as vendas pela Internet aparecem como uma grande opção para quem está em busca de empreender e iniciar um novo negócio.

Segundo uma matéria publicada pela Meio&Mensagem, uma pesquisa da Nielsen revelou que o e-commerce brasileiro cresceu 47% no primeiro semestre de 2020.

Por ser novidade para muita gente, é comum surgir uma dúvida: como abrir meu próprio negócio online com um baixo custo? Será que isso é possível? Será que eu consigo ter minha própria loja virtual para vender produtos online?

Vamos te mostrar neste artigo que sim, é possível e você pode conseguir. Basta seguir algumas orientações, e claro, nunca deixar de investir em conhecimento. Assim como tudo que realizamos em nossa vida profissional, é preciso fazer um plano de negócio, ter persistência e muito entusiasmo para buscar os resultados desejados.

Então vamos seguir em frente para você conferir como abrir seu próprio negócio online sem precisar de muitos investimentos!

Defina um mercado

Você já sabe para qual nicho ou segmento do mercado pretende vender seus produtos?

Essa pergunta é essencial antes de abrir o seu negócio online. Estude o mercado, descubra quais segmentos estão em alta no e-commerce e quais são as áreas mais promissoras.

Sabe por que passar por essa etapa é tão importante?

Pode ser que você tenha afinidade com uma área que não tenha um público tão vasto na Internet. Ou pode ser que o segmento de mercado que você pensa em atender exija um processo de vendas mais complexo que no momento você não é capaz de cumprir adequadamente.

Já parou para pensar sobre isso?

Definir e conhecer a fundo um mercado vai exigir de você pesquisas e estudos mais avançados. Conhecer a concorrência, saber quais os principais players que já atuam nesse segmento, como eles trabalham, quais os diferenciais você pode ter em relação a eles.

Faça esse exercício com calma e com aplicação, pois certamente um estudo de mercado feito da maneira correta te levará a uma escolha bastante assertiva.

Conheça o seu público

Após definir o mercado passamos para uma etapa complementar e tão essencial quanto a anterior: conhecer o público.

Estudar o mercado conforme indicamos anteriormente vai ajudar bastante nesse processo, mas são situações diferentes. Dentro de um mesmo mercado você tem segmentos distintos com diferentes perfis de público.

A partir do momento que você sabe qual será o seu foco, passe a estudar bem quem é o seu público-alvo. Se você vai vender produtos de diferentes categorias, então faça um mapeamento de cada público para compreender as características de cada um e como você trabalhará sua comunicação.

Uma maneira prática e eficaz de conhecer melhor o público é por meio de pesquisas de mercado. Você pode se aproveitar de pesquisas já existentes, existe um material muito vasto que pode ser encontrado na internet.

Você pode também conversar com algumas pessoas dentro do nicho que você pretende atuar para levantar com elas informações que poderão ser determinantes.

Se você ainda não ouviu falar em personas, é bem provável que ao longo da sua jornada como empreendedor você se depare com esse termo. Afinal de contas, o que é uma persona?

A persona é a representação do seu cliente ideal. Você cria um personagem fictício, porém com características, gostos, dores, vontades e preocupações reais.

A partir do momento que você tem uma ou mais personas para o seu negócio, é sinal que você conhece características do seu público que serão fundamentais para suas campanhas de marketing e toda sua estratégia de comunicação.

Escolha uma plataforma

Você pode abrir um negócio online para vender de várias formas, por exemplo, via redes sociais e/ou marketplaces. Assim os gastos são mais reduzidos, você não precisaria investir em um site estruturado para vender.

Mas como tudo tem dois lados, quem foca apenas nas redes sociais ou nos marketplaces tem mais dificuldades para tornar a marca mais conhecida e realizar vendas de maneira mais automatizada.

Ter uma loja virtual própria e usar as redes sociais e os marketplaces para agregar mais valor e ampliar as vendas é o caminho ideal. Quem busca ter mais destaque e ganhar mais dinheiro na Internet precisa considerar a montagem de uma loja online.

E para criar sua própria loja, você precisará escolher uma plataforma de e-commerce no mercado. As plataformas já oferecem a estrutura do site toda preparada para você vender online, incluindo os recursos e integrações necessários para você receber o pagamento e enviar as mercadorias.

Existem opções com valores variados, incluindo ferramentas gratuitas, porém com limitações no uso e com outras cobranças adicionais para ter, por exemplo, um layout para a loja.

Faça testes, experimente as plataformas que oferecem um trial gratuito e veja com qual delas você vai se familiarizar melhor.

A plataforma escolhida será essencial para o futuro do seu negócio, e por isso a escolha deve ser bem criteriosa.

Faça o marketing do seu negócio

Por fim, para abrir um negócio online e ter sucesso com ele, o marketing digital será uma etapa essencial. Muita gente inicia um novo negócio e acaba encerrando as atividades pouco tempo depois, muitas vezes em função de um trabalho pouco eficaz na divulgação.

Se você não aparecer e não chegar até o seu público-alvo, certamente as vendas serão muito baixas e assim seu negócio não se sustentará.

Não pense você que basta seguir as etapas anteriores e criar uma loja bonita para que as vendas comecem a acontecer. Não é assim que funciona.

Ter tudo planejado, mapeado e bem estudado vai ser base fundamental para o seu marketing. Porém, sem investimento em divulgação, comunicação e campanhas, você será apenas mais um em meio a milhares de outras lojas.

Explore bastante as redes sociais do seu negócio, crie perfis ativos e bem atrativos. Faça investimentos em campanhas pagas tanto no Facebook Ads quanto no Google. Com pouco investimento já é possível atingir um grande número de potenciais consumidores.

Caso você não conheça da área de marketing e não saiba como utilizar essas ferramentas, busque ajuda de profissionais. Fazer por conta própria sem conhecimento pode se tornar o famoso “barato que sai caro”.

Faça um planejamento financeiro

É inviável pensar em abrir um negócio próprio sem iniciar com um planejamento financeiro. Você precisa definir o quanto de orçamento você tem disponível para gastar e assim direcionar suas buscas no mercado de acordo com esses valores.

Um negócio online, por mais que possa ter custos realmente mais baixos que abrir um comércio físico, por exemplo, vai exigir sim alguns investimentos.

Faça uma lista com todos os possíveis gastos que você terá para abrir uma loja virtual. Tente ser o mais abrangente possível, justamente para evitar surpresas durante o processo.

Depois, você pode retirar dessa lista os itens que podem ser deixados para outro momento como, por exemplo, um cartão de visitas. Afinal, você está empreendendo online! Será mesmo necessário nesse momento investir em papelaria?

Se você planejar detalhadamente, as chances de evitar gastos acima do previsto serão bastante consideráveis. O mercado atual oferece diversas opções em todos os segmentos, desde recursos gratuitos até os mais caros, tudo de acordo com o momento de cada empreendedor.

Conclusão

Pode até parecer complexo pensar em tudo isso, mas são processos bem naturais para quem deseja ter um negócio próprio. Não existe empreender sem muito esforço.

Siga nossas dicas e estude todas as informações possíveis sobre empreendedorismo, vendas online, e-commerce e criação de lojas virtuais. Conhecimento nunca é demais!

E como dissemos no início do artigo, a situação de instabilidade pela qual estamos passando não tem previsão para se encerrar. E nesse contexto, o e-commerce é uma das poucas áreas que seguem em crescimento.

E o melhor, mesmo quando tudo isso passar, e queremos que isso aconteça logo, as vendas online seguirão em alta. Já é uma realidade entre os consumidores brasileiros, e a alta movimentação online independe da situação do comércio físico.

Gostou do nosso conteúdo? Avance na abertura do seu negócio online e continue acompanhando nosso blog e redes sociais para saber tudo sobre e-commerce e loja virtual!
Crie sua loja virtual agora mesmo

Crie sua loja, experimente os recursos e comece a vender!

Experimente Grátis

Gerente de Marketing na LojaVirtual.com.br. Especialista em produção de conteúdo, inbound marketing e sempre antenado com as tendências do marketing digital.

No Comments

Post a Comment